Conheça a Região / Notícias Imobiliárias

Baleote semi-albino cresce entre as praias do Siriú e central




Imagem

O voluntário Carlos Barrios, do IBF - Instituto Baleia Franca, flagrou o passeio de uma baleia-mãe com um bebê albino transitando entre as praias do Siriú e Central neste domingo (22), em Garopaba. O baleote é muito jovem e pode permanecer no berçário por até mais dois meses. 


A diretora de pesquisa do Projeto Baleia Franca/Instituto Australis, Karina Groch, diz que o albino é uma ocorrência rara, e na maioria são indivíduos machos. De acordo com ela, nos últimos anos, entre cerca de 40 filhotes nascidos, um é albino. Eles não são totalmente brancos, possuem pintas pretas e vão escurecendo com o passar das semanas. Quando adultos, ficam com uma coloração cinza escura. 
Depois de ter o filhote, as francas permanecem no Litoral catarinense por cerca de três meses. Durante este tempo, elas ficam em jejum, amamentando os filhotes, que precisam estar fortes e saudáveis para voltar à Antártica. 

Em 2011, 172 francas foram registradas em três sobrevoos realizados, nos 400 quilômetros de costa entre Florianópolis e o Litoral Norte do Rio Grande do Sul. A média dos últimos cinco anos caiu de 50 baleias.
A AGTA - Associação de Guias de Turismo da APA recebe informes de colaboradores, avistadores, monitores e olheiros, que todos os dias passam a localização das baleias entre a Gamboa e o Cabo de Santa Marta. As informações são do presidente da entidade, o guia Júlio César Vicente. 

ROTA DA BALEIA - Imbituba - Laguna - Garopaba
*INFORMES DE SÁBADO - 21/07 - 30 baleias*INFORMES DE DOMINGO - 22/07 - 24 Baleias*Já no sobrevoo de helicóptero realizado em 15 de julho, foi registrada a presença de 36 baleias na APA: 13 pares (mãe+fgilhote) e 10 adultas sem filhote.

Imagem do fotografo Carlos_r_barrios e @flyfilme voluntario do IBF

Publicado em 02/08/2018


Voltar